sábado, janeiro 07, 2006

Nada e tudo

Hoje foi um dia de completa preguiça. Não fiz nada de nada. Por um lado soube bem, mas por outro não. Ando talvez um pouco baralhada, com falta de rumo e até cansada de tudo um pouco. Acordei tarde, por volta das 13h, ontem deitei-me às 3h da manhã (foi uma noite bastante agradável), e durante a tarde estive com a minha mãe a ver filmes que passaram na televisão. Li um pouco do livro "A Insustentável Leveza do Ser" (o livro que ando a ler neste momento) e ainda dormitei um pouco antes de jantar. Agora penso, como será possível dormir depois de ter acordado tão tarde e de não ter feito um único esforço durante todo o dia?

Hoje sinto-me realmente um pouco em baixo, triste e desanimada. Todos os planos e projectos que tinha feito para o começo deste ano, não os estou a conseguir concretizar. Sei que não é por falta de esforço nem falta de empenho, sei que a culpa não é minha, mas algo me falta e não consigo sentir-me bem comigo mesma. Espero que dias melhores venham para que comece de novo a sentir-me plena comigo mesma.

4 comentários:

nika_liu disse...

Há dias assim! E parece q é sempre naqueles dias que tiramos pra espreguiçar! Mas o bom é que o dia de amanhã vai ser diferente do de hoje! De certeza, e é essa certeza que nos faz continuar para outros dias! Se serão melhores ou não, ninguém sabe mas n custa descobrir, porque se for um menos bom pode muito bem seguir-se um maravilhoso! Beijocas e até breve!

Analog Girl disse...

Miúda, o ano ainda mal está a começar. Não te podes sentir já abatida porque não começaste a concretizar projectos. Relaxa, se calhar andas a colocar demasiadas expectativas no ano novo. Desdramatiza e vive cada dia. Às vezes preguiçar um dia inteiro ajuda-nos a ganhar mais força para os próximos. ;)
As coisas encaixam-se, vais ver!

Clau disse...

Oi Lu!
Obrigada linda, obrigada por me tentares animar. Acredito no mesmo que tu, mas por vezes fica difícil...
Beijocas e até muito breve!

Clau disse...

I hope so Joaninha, I hope so. mas sabes como é, quando vem aquela sensação negativa, nem com chocolates ela se vai embora.. beijo grande amiga