quarta-feira, novembro 30, 2005

Há dias assim...

... há dias assim!

Hoje consegui terminar os trabalhos que tinha para terminar. Consegui terminar dentro do prazo estabelecido, sem um segundo de atraso. Sinto-me feliz comigo mesma, mesmo muito feliz.
Ainda dei atenção, apoio e muito carinho à minha familia, atenção aos meus amigos e um mimo especial a mim mesma. Neste momento estou de pijama enrolada numa manta (está um frio terrível!) e com imenso sono; era para sair de casa, mas já não deu. Estou cansada porque ainda não consegui recuperar da noite de 2ª.

Ainda vou ver uns mails, procurar anúncios em sites de trabalho e ler um pouco. Talvez depois de jantar consiga ver um filme de dvd, pois tenho imensos filmes que me emprestaram para ver... que vergonha!

Há dias assim... produtivos, felizes, calmos, de Sol, relaxantes... ainda bem que há dias assim.

5 comentários:

I* disse...

"Depois a pouco e pouco, descobrimos uma amiga no meio da multidão de amigas, que fica particularmente feliz quando está connosco e a quem nós vemos que temos uma infinidade de coisas para dizer. Ela não é a melhor de todas, não é especialmente considerada pelas outras, não usa fatos vistosos... E quando vamos com ela a pé para casa verificamos que usa uns sapatos idênticos aos nossos - fortes e simples, e não vistosos e finos como os das nossas outras amigas" Natalia Ginzburg

Clau disse...

É por estas e outras inumeras razões que te adoro, que nunca vou deixar de estar ao teu lado em toda a tua vida.
Os nossos sapatos são iguais e sentem quando o outro não está bem. Se fossemos gémeas não conseguiriamos tanta cumplicidade como esta que temos...

FF disse...

Parabéns! Há dias felizes e esses transcendem as cricunstâncias mais comuns ou universalmente evidentes. Os dias e momentos em que estamos de bem connosco, que nos sentimos confortáveis no espaço que nos acolhe, no que conseguimos realizar, na simplicidade de ser e estar sem celeumas, obsessões ou insatisfações crónicas... Há sim, há dias assim... ainda bem que os há!

Clau disse...

E como é bom poder partilhar com as pessoas que estão sempre ao nosso lado. Há dias assim, e ainda bem que há pessoas assim!

Anônimo disse...

Às vezes dizemos coisas sem termos noção da importância do que estamos a dizer. E de repente, um dia, sem aviso, deixam de fazer sentido...