terça-feira, novembro 14, 2006

[...]

"parte-se em mim qualquer coisa.
o vermelho anoiteceu.
senti demais para poder continuar a sentir."

Álvaro de Campos


porque nem sempre temos o que pensamos merecer.
porque tenho saudades tuas Pai.

2 comentários:

Analog Girl disse...

(suspiro)
beijinho no coração*

Clau disse...

:)
a sorte é ter amigas como tu...
beijinho*