quarta-feira, fevereiro 08, 2006

The Point! (mais um na lista dos que vale a pena ver)



Ultimamente tenho visitado com alguma regularidade as salas de cinema, tudo porque as estreias têm sido de bastante aclamação e de muita curiosidade para desvendar afinal o que há de tão bom em todos eles.

Em relação a este "Match Point" devo dizer que fiquei muito surpreendida (pela positiva), pois não gosto dos filmes do Woody Allen. Mas este realmente está muito bom, como dizem, é a sua obra prima. Em termos de história, desenvolvimento, imagem, enfim, de tudo um pouco, agradou-me.

É repleto de imagens simples, com uma história muito simples, mas que tem um desfecho inesperado, quando há indícios que apontam para outro lado. Os actores, os cenários, tudo não puderia ter uma melhor escolha.

Este é um filme classificado na categoria de drama (percebo o porquê), mas eu não consegui deixar de sorrir, e até mesmo rir com as sequências, raccords, elipses... ri e voltei a rir imensas vezes.

Foi realmente uma muito agradável surpresa. Vejam que não se vão arrepender.

6 comentários:

Rita (stb) disse...

Finalmente Woody! Um filme feito para os outros!
Finalmente este cromo, ao qual eu nunca tive muita paciência para o ver por excesso de egocentrismo, fez um filme que eu vi do princípio ao fim sem nunca me ter passado pela cabeça sair da sala de cinema. Apesar de me apetecer espancar e pôr na rua a pessoa que tinha ao meu lado (não é Clau???).

Bruno disse...

aiai, scarlet...

Clau disse...

Oh Rita! Só me ri uns 160 minutos...

Clau disse...

Pois é Bruno, ela está toda boa! Mas o gajo também é cá um pão...! (ups, não posso dizer estas coisas!)

Analog Girl disse...

Eu até gosto do Woody Allen (e já sei que depois desta confissão me vão enforcar em praça pública), se bem que ultimamente esteva já um pouco cansada de olhar para o umbigo deste senhor. Este filme está realmente inteligente, mostra uma história aparentemente livre das suas crises existenciais, dando protagonismo a uma personagem mais detestável que ele. Até o olho mais destreinado nota ali a eterna ironia tão tipica do realizador. Adorei este filme e a Scarlett está cada vez melhor...Pela primeira vez começo a invejar uma rapariga mais nova do que eu.

Clau disse...

Gostas do Woody????? Pronto, ok, eu percebo (acho que não, mas tento)... mas realmente este é muito bom. O mais engraçado são as voltas que toda a acção dá para terminar de uma forma que nunca se pensa que possa ser a final.