segunda-feira, janeiro 16, 2006

Está quase ... quase

É verdade! Faltam alguns dias para que eu faça mais um ano, mais um anito ... 2 e 4. Sim, é isso, é mesmo isso, é mesmo um 2 e um 4 que vou começar a colocar no local onde perguntam a idade nos inquéritos e coisas do género.
Não pensem que estou a entrar numa crise de idade, que estou a pensar que estou a ficar velha e tudo isso! Mas está tudo a passar tão rápido que não deixa de assustar um pouco. Desde que teminei a faculdade (que foi quase há dois anos), que tudo tem passado mais rápido, que derrepente cresci assim de um dia para o outro...

Mas será que cresci mesmo? Claro que cresci (uns centímetrozitos, coisa pouca) e que amadureci como pessoa e como mulher, mas não deixo de sentir aquela criancinha irrequieta e malandreca que sempre fui. Está sempre cá, sempre.

O pior de se ficar mais velho, é que as pessoas começam a "obrigar-nos" a ser uns adultos chatos, cheios de grandes teorias e grandes razões e certezas, cheios de rabugice e coisas do género. Já começam a perguntar: "então e namorado? tens que começar a pensar em casamento e em filhos! na tua idade já era mãe há mais de dois anos! e olha que começas a ficar velha, depois fica tarde para isso".

AHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH!!!!! Socorro! Mas haverá algum mal em querer aproveitar a vida antes de assumir tamanho compromisso?!?!?!?!?!

Ok. Vou-me somente preocupar com o 2 e com o 4 que aí vêm juntinhos. Uma coisa de cada vez.

5 comentários:

Analog Girl disse...

Já por duas vezes nos últimos tempos tenho dado por mim a pensar na minha idade. Por duas vezes ainda nem acredito na idade que tenho. Da primeira pensei que tinha 21 ainda, e na segunda, nem queria acreditar que também estou quase a ter o 2 e o 4 (ainda está a uns mesinhos de distância, mas chegam num instante). Acho que não me sinto velha, apenas começo a pensar que com a idade as responsabilidades tendem a aumentar, as coisas não estão fáceis, e de repente passam os anos, cada vez mais depressa, e nós com menos temp de os aproveitar como desejaríamos... Enfim! Resta fechar os olhos e aproveitar a viagem!

Clau disse...

Exacto! É o que tento fazer ao máximo, mas quando começo a pensar bem nas coisas, na idade, a sério que me dá vontade de mandar o tempo parar, do tipo "não quero fazer mais durante algum tempo ok? Pode ser? Fazer anos só daqui a algum tempo, para fazer tudo que quero? Vá lá!!" Sim, são mesmo os meus devaneios tresloucados!!!

I* disse...

Bem meninas... eu até ja ficava contente c o 2 e o 4... Mas é tudo muito bom... está na altura de começar a pensar que todas as idades têm a sua beleza e que é preciso começar a fazer aquilo que se quer... sem perder tempo.

nika_liu disse...

Bem eu tou quase a fazer um quarto de século mas n me importo pq as vezes nem eu me lembro quantos anos tenho, porque simplesmente não me identifico com a minha idade! Qd olho no espelho ainda me vejo a mim e não aos 25 anos que passaram! Foram eles que fizeram de mim o que sou hoje mas n lhes devo nada! E por isso mtas vezes me esqueço deles! Em relação à vida que as pessoas consideram ser a melhor pra nós, não escondo que sempre foi o meu maior desejo ser mãe mas serei apenas quando eu axar que tenho condições para isso e não quando os outros me xagarem a cabeça! Como sou do contra em relação a essas pessoas, qto mais me chateiam mais faço ao contrário, qd quero,claro!!! Beijocas e faz as coisas no teu tempo e espaço!

Clau disse...

Obrigada lindas!
São umas queridas!
Mas o que mais me assusta é de facto o tempo passar tão rápido, e algumas pessoas terem ainda mais pressa que o tempo. Apesar de eu fazer sempre o que quero e ser muuuuuito teimosa, não tenho intensões nenhumas de apanhar o expresso, mas sim o que para o lento, o que para em todas as terrinhas...