sexta-feira, novembro 18, 2005

... tenho

... tenho dores no pescoço
... tenho frio
... tenho sono
... tenho vontade de voar
... tenho sonhos por realizar
... tenho amor
... tenho paixão
... tenho amizade
... tenho alegria
... tenho ilusões
... tenho humor
... tenho mau feitio
... tenho vontade de chorar
... tenho vontade de sorrir
... tenho vontade de gritar
... tenho vontade de rir bem alto
... tenho que trabalhar
... tenho ... tenho ... tenho


... tenho a vida à minha frente e quero vivê-la ao máximo, entre lágrimas e sorrisos e muita alegria sempre

tenho a loucura dentro de mim, a loucura de ser feliz



(Autoria: Cláudia Bento - 18/11/05)

10 comentários:

_Girl Power_ disse...

tens...tens...tens tuduh u k krx menus akiluh d k precisas...eh sempr axim...
desd k tenhas esperança dentruh du curação jah tens alguma coisa..i essah sim mt importanteh...n desistas du k procuras..um dia hás.d encontrar*****

rob disse...

ah! um blogue ... ou blog? bem, mas ainda bem!

João EST disse...

Tenho a vontade de viver intensamente todos os momentos bons que surgem naturalmente no nosso dia a dia.

Beijos

Analog Girl disse...

Temos tudo e não temos nada. Curiosamente a vida é feita de paradoxos. Mas graças à sua complexidade constante, por muito que por vezes nos sintamos estagnados...ela continua a trazer-nos surpresas e desafios. No filme Hook, (não sei se já viste) em que o Robin Williams representa uma versão envelhecida do Peter Pan que se esquece de quem é e depois é forçado a recordar os velhos tempos na Ilha do Nunca, a Wendy pergunta-lhe "Qual vai ser a tua próxima aventura?" e ele responde "Viver. Viver é a grande aventura". Força nisso!

Clau disse...

Já vi esse filme algumas vezes e gostei dele. E concordo absolutamente! Aliás, como digo no meu "poema" tenho a loucura de viver e de ser feliz...

Inês* disse...

Eu tenho...
... uma amiga como tu.

Clau disse...

e eu...
...uma amiga
...uma irmã

...tenho-te a ti Inês!

Inês* disse...

Mana! Não sei como é ter uma irmã do mesmo sangue, não sei comparar sentimentos como esses... o que eu sei... é que de facto nos completamos... É impressionante como tu me consegues ler. És única! Sim. És a irmã que nunca tive, quer dizer... nasceu mais tarde.... vieste atrasada pahhhhhhhh!!!!!!!! Bem... mas ao menos podes-me acompanhar nas próximas "desgraças" da minha vida (que invariavelmente conseguimos fazer passar com uma boa gargalhada). E, definitivamente tens que fazer parte das minhas alegrias.. bem.. e já agora também podes controlar o meu mau feitio (e consegues como ninguém).
Adoro-te! Obrigada por me considerares tua irmã...

Inês* disse...

Bem... acho sempre que é muito pouco o que digo para mostrar o quanto gosto de ti... Adoro-te Adoro-te Adoro-te Adoro-te Adoro-te Adoro-te Adoro-te Adoro-te Adoro-te Adoro-te!!!!!!!! Mesmo assim ainda não chega... bem depois falamos.........

Clau disse...

Inês não precisas de dizer nada, eu sei o que sentes por mim. Adoro-te e és para mim uma irmã de sangue. Adoro-te e tu sabes o quanto.