segunda-feira, novembro 21, 2005

Apeteceu-me....

Hoje apeteceu-me ler Álvaro de Campos...

"Ah a frescura na face de não cumprir um dever!
Faltar é positivamente estar no campo!
Que refúgio o não se poder ter confiança em nós!
Respiro melhor agora que passaram as horas dos encontros.
Faltei a todos, com uma deliberação do desleixo,
Fiquei esperando a vontade de ir para lá, que eu saberia que não
vinha.
Sou livre, contra a sociedade organizada e vestida.
Estou nu, e mergulho na água da minha imaginação.
É tarde para eu estar em qualquer dos dois pontos onde estaria
à mesma hora,
Deliberadamente à mesma hora...
Está bem, ficarei aqui sonhando versos e sorrindo em itálico.
É tão engraçada esta parte assistente da vida!
Até não consigo acender o cigarro seguinte... Se é um gesto,
Fiquei com os outros, que me esperam, no desencontro que é a vida."


Hoje nada me apetece fazer, só estar na preguiça...
Peguei no livro e na página em que abri estava este poema.
Há coisas na vida muito bonitas, engraçadas e não tão estranhas como parecem...

Espero que gostem, este é o resumo para o meu "lazy day"...

3 comentários:

Analog Girl disse...

Álvaro de Campos foi, é , e será sempre o meu preferido. Fernando pessoa era um verdadeiro génio. Não conhecia esse poema, apesar de ter um livro de poesia de Ávaro de Campos (shame on me!).
Mt bom!Claro!

Clau disse...

Confesso que nem eu conheço todos os poemas dele. Quando me apetece ler um pouco de Álvaro de Campos, pego no livro que tenho dele, e abro-o ao calhas. Quero até comprar mais livros de Fernando Pessoa. Adoro!

_Girl Power_ disse...

gosto...é muito realista...a liberdade é uma coisa muito boa...gostava de possuí-la por comleto..talvez um dia..cometer loucuras sabe bem..é pena é que algumas pessoas não respeitem a liberdade das outras...beijinhux